All for Joomla All for Webmasters
A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, com a colaboração do Núcleo de Proteção Ambiental de Lamego da GNR, procedeu à identificação e detenção fora de flagrante delito de um homem pela autoria de crime de incêndio florestal. A detenção ocorreu no decurso de uma investigação de um crime de incêndio florestal, provocado por uma ignição ocorrida no dia 3 de 0utubro do corrente mês, no lugar da Presa – Cimo de Vila – Tendais – Cinfães, que pôs em perigo uma zona de habitações, que consumiu cerca de 131 hectares de floresta. 
Foi detida pela Polícia Judiciária uma mulher fortemente indiciada pela prática de crime de incêndio florestal em Cinfães. A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, com a colaboração da GNR de Lamego, identificou e deteve, fora de flagrante delito, a presumível autora de dois incêndios florestais ocorridos no passado dia 5 de agosto, em Nespereira - Cinfães.