All for Joomla All for Webmasters
Candidaturas abertas até 30 de junho. Estão abertas as candidaturas à 2.ª edição do Concurso “TâmegaSousa Empreendedor – Onde as ideias se concretizam!”, uma ação da Rede de Apoio à Atividade Económica “TâmegaSousa Empreendedor” que visa distinguir e apoiar iniciativas sociais, projetos e ideias de negócio inovadoras e criativas, que contribuam para o desenvolvimento económico e social da região do Tâmega e Sousa. Os interessados podem candidatar-se até ao próximo dia 30 de junho. 
Os concelhos de Paços de Ferreira, Amarante e Lousada são os anfitriões da edição deste ano das Olimpíadas do Desporto do Tâmega e Sousa, uma iniciativa promovida pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, em articulação com aqueles municípios.
Durante três sábados – 10 de junho (Paços de Ferreira), 17 de junho (Amarante) e 1 de julho (Lousada) –, são várias as modalidades desportivas com provas em competição, entre andebol, atletismo, badminton, basquetebol, BTT, futebol de 7, futsal, gira-vólei, hóquei em patins, karaté, natação, polo aquático e ténis de mesa. 
10 e 11 de junho, Felgueiras. Depois de Celorico de Basto, o Festival Confluências – Quintas do Barroco do Tâmega e Sousa retoma a sua expedição cultural até ao concelho de Felgueiras, que o acolhe no próximo fim de semana, dias 10 e 11 de junho. A Casa de Simães, em Moure, é o cenário barroco desta jornada cultural e os seus jardins são os palcos naturais dos concertos para pequenos e graúdos, dos espetáculos de teatro e de marionetas para toda a família e das criações musicais colaborativas da comunidade, tudo com entrada gratuita.

Depois do NEET (Empreendedorismo Jovem) e do tams.in (Apoio à Internacionalização das PME’s) – projetos de cariz internacional ainda em curso, o Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS) associa-se a um novo projeto europeu mas agora na área da Educação Vocacional e Formação Profissional.

De seu nome InEcVET – Ecossistemas de Inovação para a Educação Vocacional e Formação Profissional – o novo projeto visa a melhoria contínua dos sistemas educativos, assente em processos inovadores e criativos que respondam e que estejam articulados com as reais necessidades do mercado de trabalho, tão vital para o progresso económico e social. O projeto pretende criar uma maior cooperação entre o mundo educacional e do trabalho, estabelecendo para o efeito uma rede de parcerias multi-stakeholders, a qual constitui a estrutura corporal do ecossistema de inovação proposto.

Com uma duração de dois anos, o InEcVET é financiado ao abrigo da medida Projetos de Cooperação -  Programa Erasmus +.