All for Joomla All for Webmasters
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 296
23 janeiro

CASTELO DE PAIVA Apresentação de livro

Escrito por 
Depois de já ter protagonizado uma apresentação no Porto, numa cerimónia presidida pelo Bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos, no auditório da Misericórdia do Porto e onde marcou presença o autarca Gonçalo Rocha, o paivense Fernando Perpétua apresentou na passada sexta feira, no espaço do CICL – Centro de Interpretação da Cultura Local, em Castelo de Paiva, o seu livro "Francisco Sá Carneiro - Um católico na política", o mesmo título da dissertação final do Mestrado Integrado em Teologia concluído pelo autor, durante o ultimo ano, na Universidade Católica Portuguesa (Porto), enquanto «ensaio de Teologia Moral Social Narrativa».
 
Numa cerimonia bastante participada, que contou com a presença do Prof. Doutor Jorge Cunha, distinto orientador da tese, e do Reverendo local, Fernando Sérgio, entre autarcas, dirigentes associativos, familiares e convidados, o edil paivense voltou a ter a oportunidade de apresentar felicitações ao autor e evidenciar a importância e o significado deste momento, de poder promover esta iniciativa em Castelo de Paiva, referindo o orgulho de ver um paivense, de larga eloquência e trato irrepreensível, debruçar-se, de uma forma tão pormenorizada, sobre o percurso biográfico, os detalhes da vida politica de uma figura incontornável da democracia portuguesa.  
 
Enaltecendo o percurso deste prestigiado " filho da terra ", um paivense que considerou de enorme densidade humana e intelectual, o presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, destacou o magnífico trabalho, resultante da sua dissertação de Mestrado em Teologia, evidenciando a importância de " sublinhar a necessidade e alicerçar a acção política em valores e princípios que estejam para além de meros interesses de circunstância", uma frase e um sentido que, na sua perspectiva, devem prevalecer na linha do pensamento e na acção política. 
     Referindo-se ao percurso profissional e politico do autor, que ainda muito jovem exerceu o cargo de vereador na autarquia de Castelo de Paiva, o edil Gonçalo Rocha mostrou-se agradecido ao autor, por ter acedido participar nesta sessão, evidenciando o magnífico trabalho apresentado por Fernando Perpétua, “ com uma clareza notável e com visibilidade, que nos honra e engrandece com elevada distinção.
 
Começando por agradecer o convite, o Prof. Dr. Jorge Cunha referiu que este livro se traduz num trabalho de teologia moral, um estudo da formação católica e do desenvolvimento espiritual de Sá Carneiro, um trabalho sério e de uma experiencia larga de uma pessoa que está agora numa outra dimensão, evidenciando que a politica abrange a moral, e faz sentido tratar a vida de um politico numa abordagem assim. 
     Para o reverendo Fernando Sérgio, que se congratulou com esta iniciativa, enaltecendo a forma como o autor encarou este desafio estruturado numa nova opção de vida, os políticos podem ser católicos, porque não devem marginalizar as suas convicções, apenas por ser políticos, sublinhando ao mesmo tempo que, a política deve ser assumida com elevação e sentido de servir, e que ninguém deverá ser julgado por assumir a sua vocação religiosa, já que todas as crenças devem ser igualmente respeitadas.
 
Depois de relatar episódios da sua vida académica, percurso profissional e carreira politica, até ao chamamento católico, Fernando Perpétua mostrou-se agradecido pelo convite da Câmara Municipal e evidenciou a sua satisfação, após vários anos de ausência, de estar novamente entre amigos, demonstrando orgulho em ser paivense e do seu percurso, fazendo questão de justificar que, “ a vida dá muitas voltas e diz ao homem o que ele é “, para depois abordar, de uma forma clara e eloquente, as três partes que compõem este volume publicado pela Alêtheia Editores, estruturado numa abordagem biográfica, filosófica e teológica, e traduzido num olhar atento de Francisco Sá Carneiro, procurando encontrar, na sua cronologia, factos relevantes e dados concretos que respondam à questão essencial.
 
O texto de apresentação destaca que « a robustez das convicções de Francisco Sá Carneiro, patente nas suas opções políticas, permanentemente determinadas pela centralidade que atribui à pessoa humana e à defesa da sua inviolável dignidade, confere à relação entre pensamento e acção uma coerência radical».
 
Na introdução à tese, o autor considera que Sá Carneiro, nascido no Porto em 1934 e morto em Camarate, Loures, a 4 de Dezembro de 1980, na sequência do despenhamento do avião em que viajava, em direcção à cidade de nascimento, foi «defensor da liberdade, o adversário das ditaduras, o adepto da democracia, o deputado corajoso, o líder carismático, o governante firme, o Primeiro-Ministro estadista».
 
Licenciado pela Universidade Católica Portuguesa e com doutoramento em Filosofia Moderna e Contemporânea pela FLUP, Fernando Gomes Perpétua acreditou que podia transformar o mundo através da política. Foi um dos vereadores mais jovens do país, assumindo as funções de vereador da oposição, sem pelouros, na Câmara Municipal de Castelo de Paiva, logo aos 18 anos. Anos mais tarde, havia de ser também vereador da Câmara Municipal de Paredes (entre 2001 e 2005), passando depois pela administração de uma empresa pública e duas privadas até que, em 2010, resolveu afastar e optar por tirar o Curso de Teologia, até porque, tinha reencontrado a fé, anos antes, e passou a perceber que, « o mundo se transforma a partir do coração do homem ».

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.