All for Joomla All for Webmasters
21 março

MARCO DE CANAVESES - Ação de formação “Semear o Boccia”

Escrito por 
A PCAND – Paralisia Cerebral – Associação Nacional de Desporto, em colaboração com a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) e a Câmara Municipal de Marco de Canaveses, vai promover mais uma edição da ação de formação “Semear o Boccia” no Tâmega e Sousa.
A iniciativa, que se realiza no dia 5 de abril, entre as 9h30 e as 18h00, no Auditório do Estádio Municipal de Marco de Canaveses, tem como objetivos dotar os agentes de conhecimentos e competência sobre a modalidade, colmatando as carências ao nível de formação de recursos humanos, e promover a atividade física da população sénior e/ou com limitações físicas ou motoras.
 
Os conteúdos programáticos da ação de formação “Semear o Boccia” têm como foco os objetivos e regras do jogo, as técnicas e estratégias básicas, a organização interna e a organização de provas.
 
A ação é dirigida a técnicos desportivos, técnicos de reabilitação, saúde e educação e técnicos municipais, bem como ao público em geral com interesse na modalidade. 
 
A participação na ação de formação é gratuita, mas limitada a 60 formandos. Os interessados deverão inscrever-se previamente através do endereço de correio eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
 
À semelhança das edições anteriores, a ação de formação “Semear o Boccia” antecede o V Encontro de Boccia Sénior do Tâmega e Sousa, que se realiza no dia seguinte, 6 de abril, no Pavilhão Gimnodesportivo Bernardino Coutinho, no Marco de Canaveses.
 
O boccia foi introduzido em Portugal em 1983, durante um curso de desporto para pessoas com paralisia cerebral, organizado pela Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral. Integrou, pela primeira vez, os jogos paralímpicos que se realizaram em Nova Iorque (EUA), em 1984, iniciando-se um período de grande desenvolvimento, através da realização de importantes competições internacionais. 
 
Portugal já organizou várias dessas provas, designadamente campeonatos do mundo, campeonatos da Europa, taças do mundo e masters de boccia, contando com um grupo de atletas considerados dos melhores do mundo.
 
No Tâmega e Sousa, a modalidade tem ganho cada vez mais adeptos, sendo crescente o número de praticantes, mas também as instituições envolvidas na sua dinamização e prática regular.
 
Os torneios municipais disputados nos 11 municípios que integram a CIM do Tâmega e Sousa, bem como o Encontro de Boccia Sénior do Tâmega e Sousa, organizado anualmente pela CIM do Tâmega e Sousa, e que vai já na sua quinta edição, são alguns dos exemplos da aposta e da importância da modalidade neste território.

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.