All for Joomla All for Webmasters
20 outubro

PENAFIEL - ESCRITARIA HOMENAGEIA MIGUEL SOUSA TAVARES

Escrito por 
Obra e Vida do autor do romance português mais vendido no século XXI em destaque na Escritaria, em Penafiel.  10ª Edição da Escritaria é também de tributo á memória de todos os autores homenageados anteriormente. Depois de Urbano Tavares Rodrigues, José Saramago, Agustina Bessa-Luís, Mia Couto, António Lobo Antunes, Mário de Carvalho, Lídia Jorge, Mário Cláudio e Alice Vieira é agora a vez de destacar a vida e a obra de Miguel Sousa Tavares.
 
Esta edição de 2017, fica marcada por uma feira do livro permanente que se iniciou no passado dia 16 de outubro, bem como uma exposição sobre as anteriores edições com fotografias e materiais de rua que são tantas vezes desejados pelos transeuntes e já alvo de coleção por muitos visitantes do festival literário. 
 
Esta exposição que tem contado com a visita de dezenas de pessoas deixa entreaberto a possibilidade de no futuro o espolio da Escritaria poder permitir uma exposição-museu mais permanente. Será ainda exibido um documentário sobre a Escritaria desde 2008. 
 
Miguel Sousa Tavares, jornalista português, escritor e autor do romance português mais vendido no século XXI, será o homenageado da próxima edição da Escritaria.
 
A 10ª edição da Escritaria vai decorrer de 20 a 22 de Outubro, sendo que a partir de dia 16 de Outubro decorre em Penafiel uma grande feira do livro com diversas apresentações de livros e uma forte aposta na memória de edições passadas, onde marcaram presença grandes nomes da Literatura Portuguesa contemporânea. Exposições, teatro de rua, música, momentos de leitura, lançamento de livros e objetos que contaminam uma cidade inteira e que prometem interagir com leitores e transeuntes que vão nesta edição ser confrontados com novas experiências.
 
Miguel Sousa Tavares, filho da poetisa Sophia de Mello Breyner e do advogado e jornalista Francisco de Sousa Tavares, exerceu advocacia antes de se dedicar exclusivamente ao jornalismo. 
 
Estreou-se na ficção com Não te deixarei morrer, David Crockett (2001) um conjunto de contos e textos dispersos. Em 2003, publicou o seu primeiro romance, Equador, que vendeu mais de 400.000 exemplares em Portugal, foi traduzido em 12 línguas e editado em cerca de 30 países, e adaptado para televisão em Portugal e no Brasil.
 
Ao longo de 20 anos, Miguel Sousa tavares tem 16 livros editados com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.
 
Dez anos. Dez edições da Escritaria. Dez grandes nomes da literatura, num festival que mantem a tónica em homenagear um escritor de língua portuguesa, vivo, e de transformar durante vários dias a cidade de Penafiel na cidade do Escritor(a) a homenagear. 

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.