All for Joomla All for Webmasters
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 359

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 316

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 311

O Presidente do ISCE Douro, juntamente com o Departamento de Educação e o Laboratório de Ciências, têm o grato prazer de convidar V.ª Ex.ª a estar presente na inauguração da Exposição Educação Ambiental na Comunicação Social: dos olhares aos desafios, que se realizará no próximo dia 24 de fevereiro de 2016, nas instalações desta Instituição, em Penafiel, às 18h.

Na próxima quinta feira, dia 18 de Fevereiro, pelas 21 horas, no Hotel Rural Casa de São Pedro, o Rotary Clube de Castelo de Paiva levará a efeito uma reunião preparatória para a criação do ROTARACT CLUBE DE CASTELO DE PAIVA.

O ROTARACT é um clube para jovens dos 18 aos 30 anos (site www.rotary.org).

Os seus associados reúnem-se duas vezes ao mês para trocar ideias, socializarem-se e planearem atividades e projectos.

Uma colisão entre dois veículos ligeiros de passageiros, provocou nove feridos no lugar do Cruzeiro na freguesia de cabeça Santa, concelho de Penafiel.

O alerta dado por volta das 15h30, mobilizou para o local 7 veículos com 20 elementos dos Bombeiros de Entre-os-Rios.

A reabertura oficial dos Passadiços do Paiva foi adiada pelo Município de Arouca, devido ao aviso de alerta amarelo para hoje emitido pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera e pela Autoridade Nacional de Protecção Civil.
Tendo em conta as condições climatéricas bastante adversas, com maior incidência entre a meia-noite de dia 12 de Fevereiro e a meia-noite de dia 14 de Fevereiro, a autarquia arouquense decidiu o cancelamento, “acautelando, assim, a segurança dos visitantes”, conforme dá conta uma nota no site da Câmara Municipal.

A Associação S.O.S. Rio Paiva congratula-se com a intenção da Câmara Municipal de Arouca (CMA) de restringir o acesso ao passadiço do Paiva, limitando o número de visitantes para garantir a salvaguarda do espaço, das populações locais e a conservação da biodiversidade.

Consideramos muito positivo que o Presidente da CMA tenha assumido, no passado dia 1 de Fevereiro durante a apresentação das condições de acesso ao passadiço, a necessidade de se estabelecer regras para restituir a tranquilidade às margens do Paiva, uma vez que a situação se tinha tornado "descontrolada" e que o"fenómeno de massificação" não estava nas expectativas da autarquia, podendo colocar em causa a preservação do próprio ecossistema.