All for Joomla All for Webmasters
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 316
12 fevereiro

Reabertura dos passadiços do Paiva adiada devido ao mau tempo

Escrito por 

A reabertura oficial dos Passadiços do Paiva foi adiada pelo Município de Arouca, devido ao aviso de alerta amarelo para hoje emitido pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera e pela Autoridade Nacional de Protecção Civil.
Tendo em conta as condições climatéricas bastante adversas, com maior incidência entre a meia-noite de dia 12 de Fevereiro e a meia-noite de dia 14 de Fevereiro, a autarquia arouquense decidiu o cancelamento, “acautelando, assim, a segurança dos visitantes”, conforme dá conta uma nota no site da Câmara Municipal.

A autarquia divulgou ainda, que o funcionamento regular dos passadiços vai iniciar na segunda-feira, dia 15 de Fevereiro, e que quem adquiriu bilhetes para dias 13 e 14 poderão usufruir da visita num dia diferente, à sua escolha, sem que seja acrescido qualquer custo.

Recorde-se que, o Passadiço do Paiva, que se revelou um sucesso turístico em 2015, com um forte impacto económico na região, foi sujeito a obras de recuperação num dos troços, atingido pelo incêndio de 7 de Setembro, que consumiu mais de 600 metros do percurso desta estrutura de madeira, localizada junto ao Rio Paiva, entre a zona ribeirinha de Espiunca e o Areínho, em Canelas.

Durante os dois meses e meio em que estiveram a funcionar no passado Verão, estima-se que, pelo troço de 8 quilómetros, passaram cerca de 200 mil visitantes, numa média diária a rondar as 7000 visitas, maioritariamente aos fins-de-semana, que chegaram a ser caóticos nas duas zonas de acesso.

Margarida Belém, actual vice presidente da autarquia, mostra-se optimista quanto à segunda fase deste projecto turístico, destacando a nova escadaria, agora construída entre a Ponte de Alvarenga e a zona de acesso à Cascata das Aguieiras, instalações sanitárias na zona balnear do Vau e zonas de estacionamento em Espiunca e Areinho, com capacidade para cerca de 400 viaturas cada uma ...

.Espera-se portanto, que o mau tempo passe, e esta estrura ribeirinha volte a acolher muitos visitantes para apreciar a maravilha natural que é o Vale do Paiva.