09 março

O PLANETA É MULHER!

Escrito por 
No reino animal, há apenas 8 espécies de mamíferos onde a Fêmea lidera e por isso desempenha o papel vital de garantir a sobrevivência da espécie. Nas orcas, por exemplo, cada família é liderada pela Fêmea mais velha, e é ela quem guia todo o grupo na busca pela comida. As orcas Fêmea continuam a viver para lá da idade reprodutiva, passando pela menopausa. Este fenómeno acontece com o propósito de contribuir para a sobrevivência dos seus netos pois, como mostra um estudo publicado recentemente, as crias que crescem com a presença de uma avó têm mais probabilidades de sobreviver nos primeiros anos de vida.
É indiscutível a capacidade de cuidado das Fêmeas. Não só em Orcinus orca, mas também em Homo Sapiens. Todos nós tivemos alguma Fêmea que cuidou de nós. No entanto, ao contrário das orcas, na espécie humana, este papel tão instintivo de cuidado não é visto como forma de poder, mas muitas vezes visto como fraqueza ou incapacidade para desempenhar outras funções. 
 
Há alguns dias, a ONU publicou um relatório que mostra que 9 em 10 pessoas têm ainda algum tipo de preconceito contra as Mulheres em áreas como política, economia, educação, violência e direitos reprodutivos. E metade das pessoas acham que os homens são melhores líderes políticos do que as Mulheres! Para grande surpresa, dentro da população com este tipo de pensamento, uma grande parte é composto por Mulheres.
 
Mas vejamos… historicamente, e em muitas culturas, tal como nas orcas, são as Mulheres quem tem a função primária de recolher comida, combustível e água não só para a família, mas para a toda a comunidade. Ao mesmo tempo, é este papel tão importante de cuidadora que faz com que as Mulheres sejam o grupo mais afetado pelo aquecimento global. De facto, as alterações climáticas afetam principalmente Mulheres de grupos indígenas e de países em desenvolvimento, uma vez que, nestes países, 70% das pessoas que vivem abaixo do limite de pobreza são Mulheres. Ao menos tempo, 80% dos refugiados climáticos no mundo são Mulheres. Mas, não é apenas em áreas rurais onde as Mulheres são afetadas! Globalmente, as Mulheres estão mais propícias a viver em condições de pobreza e a ter menos poder socioeconómico do que os Homens, fazendo com que seja mais difícil recuperarem de desastres naturais com grandes impactos em infraestruturas e condições de trabalho. Todas estas questões, e esse papel instintivo de cuidado, faz com que Mulheres sejam muito mais preocupadas com os problemas ambientais e que sejam mais favoráveis a se envolver em movimentos de conservação ambiental. Em contradição, a representação de Mulheres na decisão de políticas ambientais e contra o aquecimento climático está abaixo dos 30%. 
 
É certo que nos últimos anos, tem havido muitas vitórias na luta contra a desigualdade de gênero e as questões ambientais estão na pauta do dia. No entanto, em todas as partes do mundo, muitas mulheres são ainda vítimas de violência de género e todos os dias perdemos uma parte da biodiversidade e dos ecossistemas da Terra. 
 
Porque será? É porque, ao contrário das orcas, a espécie humana não é uma das 8 espécies de mamíferos no Planeta com liderança feminina. Suponho que temos ainda muito que aprender com as orcas.