20 abril

LOUSADA - PRISÃO PREVENTIVA POR VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Escrito por 
O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, no dia 15 de abril, deteve um homem de 22 anos, por violência doméstica, injúrias agravada e resistência e coação sobre funcionário, no concelho de Lousada. No âmbito de um processo de violência doméstica com cerca de 15 dias, foi possível apurar que o suspeito, toxicodependente, agredia de diversas formas a mãe, o pai e a sua 
companheira, de 47, 52 e 19 anos, respetivamente: batia-lhes, empurrava-os, insultava-os e ameaçava-os de morte, tendo chegado mesmo a pegar fogo à roupa da companheira.
 
O suspeito, com um historial de comportamentos desajustados e agressivos, provocou vários danos materiais no interior da habitação. 
 
No decorrer da busca domiciliária, foi apreendido ao suspeito um taser, 2,7 gramas de cannabis e uma arma branca utilizada nas ameaças.
 
Face aos factos, foi detido por violência doméstica sob mandado de detenção e em flagrante delito por injúrias agravada e resistência e coação sobre funcionário, tendo sido presente ao Tribunal de Instrução Criminal de Marco de Canaveses, ontem dia 17 de abril, ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva.