17 outubro

PENAFIEL | JUVENTUDE SOCIALISTA DENUNCIA FALTA DE APOIOS À CULTURA

Escrito por 
A falta de apoio à Cultura em Penafiel por parte da Câmara Municipal de Penafiel é cada vez mais evidente. A pandemia veio trazer ao de cima as fragilidades deste ramo que é a arte por todo o país. No entanto, muitos Municípios puseram mãos à obra e criaram iniciativas para que os grupos culturais das suas terras, os artistas dos seus municípios não sentissem a quebra acentuada que muitos sentiram.
Aqui em concelhos vizinhos temos o exemplo da Câmara de Paredes, de Lousada e de Paços de Ferreira que têm feito iniciativas culturais de relevo. Especialmente Paredes, que começa até a descentralizar atividades culturais para freguesias mais reconditas.
Paredes conta com peças de teatro em variadas freguesias, atividade musical online, lançamento de livros, albúns e exposições na Casa da Cultura; Lousada participa no concurso Art&tour com um documentário sobre natureza do seu município, além de albergar o Centro Interpretativo da Rota do Românico;
Será que a tão apregoada frase da "melhor programação cultural" feita pela Câmara Municipal de Penafiel é assim tão boa?
Senão vejamos, o que é cultura? Pode ser variadas coisas na verdade. Conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e capacidades adquiridos pelo homem como membro de uma sociedade.
Tendo isto como mote, podemos escrutinar se a Cultura em Penafiel é a melhor, como apregoam ser.
No que toca a Cultura Popular, é um facto que Penafiel é riquíssimo, temos festas e mais festas populares, desde S. Martinho, Festa de Quintandona, Noites Brancas à Agrival. Em termos de Cultura de Massas, temos o Corpo de Deus e todas as Romarias do concelho. Em termos de Cultura Erudita, temos a Escritaria, e temos bastante dificuldade em achar outra.
Podemos concluir, então, que Penafiel é um Município de festas, em que grande parte está centralizada na cidade. Isto num ano normal.
E num ano anormal como aquele que estamos a viver? Onde está o apoio e a oferta cultural? Simplesmente não existe.
Penafiel carece bastante de uma oferta cultural concreta, que proporcione aos munícipes uma oferta variada, aberta e ao mesmo tempo inovadora.
Onde está o Auditório que nos foi prometido para este mandato? Onde está a casa das artes ou cultura? Não existem.
Não temos uma oferta cultural descentralizada, que possa chegar a freguesias mais distantes. E quando existem atividades culturais de relevo, onde vemos a publicidade das mesmas nas freguesias?
Não vemos, por parte da Câmara Municipal de Penafiel, um apoio a artistas penafidelenses que elevam o nome da terra a nível nacional e até mesmo além fronteiras.
A Câmara de Penafiel simplesmente limita-se a manter as iniciativas culturais que desenvolve há 19 anos, e não inova, não explora nem aumenta a sua oferta. Há um desinteresse completo por parte da Câmara Municipal de Penafiel em apoiar cultura erudita.
É imperativo quebrar este ciclo destratado da arte em Penafiel. A cultura é um bem essencial ao desenvolvimento humano e consequentemente ao meio que o envolve. É preciso fazer mais, é preciso fazer melhor, é preciso mais Cultura."