×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 474
Imprimir esta página
11 junho

Conferência TSF/Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa

Escrito por 

“O Valor de uma Região – O exemplo do Tâmega e Sousa” foi o tema da Conferência TSF/Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa que aconteceu no dia 7 de junho, no Auditório Municipal de Lousada.

A sub-região do Tâmega e Sousa, as suas fragilidades, as suas potencialidades e os caminhos do desenvolvimento - o debate promovido numa parceria Comunidade Intermunicipal Tâmega e Sousa e TSF contou na sessão de abertura com a presença de Sua Excelência o Sr. Ministro da Economia, Dr. Manuel Caldeira Cabral.

Depois das boas vindas do Presidente do município anfitrião, Lousada, o Presidente da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, Dr. Inácio Ribeiro, aproveitou para apresentar a região, o que a marca pela diferença – os seus produtos endógenos, a sua população (a mais jovem do país), a sua biodiversidade e potencialidade turística –, mas também não esqueceu as enormes fragilidades e desafios que exigem uma maior atenção do poder central, para que o território do Tâmega e Sousa descole da cauda europeia dos níveis de pobreza. Esta realidade exige uma maior equidade na distribuição dos fundos comunitários, fazendo chegar mais a quem mais necessita.

Inácio Ribeiro terminou a sua intervenção fazendo um apelo direto ao Ministro da Economia - “Eu costumo dizer que só temos duas hipóteses - ganhamos ou vencemos. Sr. Ministro contamos consigo para ganhar ou para vencer.”

Manuel Caldeira Cabral, Ministro da Economia, na sua apresentação não esqueceu a situação ainda difícil em que o país se encontra, com uma recuperação mais lenta do que seria de esperar - “É isso que temos que mudar e é nisso que estamos a trabalhar”, afirmou.

Manuel Caldeira Cabral sublinhou ainda os sinais de mudança que resultam das intenções de investimento por parte de empresários nacionais e internacionais. Aproveitou para elogiar os empresários da região – nomeadamente no setor do calçado e têxtil – que mesmo nos momentos mais difíceis não desistiram - continuaram a investir e qualificaram os seus funcionários. “Souberam criar marcas, apostar na qualidade, diversificaram, subiram na cadeia de valor, tornaram a sua produção mais flexível. Deixo aqui, portanto, um grande elogio aos empresários que nesta região deram um exemplo para o país.” Manuel Caldeira Cabral, Ministro da Economia, aproveitou ainda para reconhecer a importância das autarquias que se tornaram fundamentais na promoção do investimento e do empreendedorismo, contribuindo de forma decisiva para o desenvolvimento das empresas e, consequentemente, da economia.

A Conferência prosseguiu com um período de debate, em dois painéis moderados pelos jornalistas TSF Vítor Rodrigues Oliveira e David Dinis, e que foram muito enriquecidos com os intervenientes – no 1º Painel: Luís Reis da AICEP, Miguel Sá Pinto do IAPMEI, Joaquim Ribeiro do Turismo Porto e Norte de Portugal, Manuel Sousa Cardoso da Direção Regional de Agricultura do Norte; no 2º Painel: Rosário Gamboa Presidente do Instituto Politécnico do Porto, Alberto Castro da Universidade Católica e Daniel Bessa da COTEC –, que identificaram as potencialidades e discutiram as receitas para o desenvolvimento da região do Tâmega e Sousa.