All for Joomla All for Webmasters
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 288
09 novembro

Câmara de Penafiel está preocupada com atitude do governo sobre a situação do IC-35

Escrito por 
Proposta do actual Governo em cortar 430 milhões de euros no orçamento da Infraestruturas de Portugal (IP) poderá colocar em causa lançamento da obra do IC-35. Concurso para a construção do IC 35 foi lançado em 2015. A Câmara Municipal de Penafiel está preocupada com as últimas previsões do Governo de Portugal em cortar 430 milhões de euros no orçamento da Infraestruturas de Portugal (IP), situação que poderá colocar em causa, por tempo indeterminado, a construção do IC-35.
Depois de em 2015, o anterior executivo ter oficializado o concurso para a construção do IC-35, o país assistiu, este ano, à suspensão da mesma obra pelo atual governo, situação que foi alvo de protesto e repúdio por parte da Câmara Municipal de Penafiel.
 
Perante este cenário, a Câmara Municipal de Penafiel está indignada com a atitude do actual ministro do Planeamento e das Infraestruturas e seu Governo pela falta de interesse e falta de sensibilidade sobre a situação do IC-35.
 
A Câmara Municipal de Penafiel apela ainda à responsabilidade e bom senso do Governo de Portugal para a inclusão da obra do IC-35 no plano de obras a executar em 2017.
 
O IC 35 é uma obra reclamada há décadas pelos municípios de Penafiel, Marco de Canaveses, Cinfães e Castelo de Paiva.
 
Esta infraestrutura vai permitir substituir a actual EN106, considerada uma das mais perigosas e com maior tráfego do Distrito do Porto e da região do Tâmega e Sousa, com elevados níveis de sinistralidade.
 
A Câmara Municipal repudia a atitude do Governo de Portugal em atrasar constantemente os procedimentos do concurso lançado pelo anterior Governo para a construção do primeiro lanço do IC 35 entre Penafiel e Rans, processo que o actual Governo recebeu em condições para ser adjudicado e que nesta fase já poderia estar em execução.