All for Joomla All for Webmasters
14 outubro

CASTELO DE PAIVA - Autarca em conferência internacional sobre direitos dos consumidores face aos desafios ambientais Destaque

Escrito por 
A DECO - Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor e a BEUC - Organização Europeia dos Consumidores promoveram hoje, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto,  uma conferência internacional sobre justiça ambiental com o tema "Consumidores e justiça ambiental: soluções práticas para consumidores em dificuldades", que juntou vários oradores especializados e dezenas de participantes, entre eles o presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, Gonçalo Rocha, que marcou presença no painel da manhã, moderado por Arminda Sousa Deusdado, actual coordenadora do Programa Biofera da RTP2, e onde foram intervenientes a sociólga e investigadora Luísa Schimidt, bem como Jouni Nissinen, presidente do EBE, e Orjan Brinkman, presidente da Organização Europeia dos Consumidores.
 
A conferência teve como objectivo explorar a temática do impacte desproporcional das consequências ambientais negativas sobre determinados grupos de consumidores, com destaque para as emissões poluentes e contaminantes, as condições meteorológicas extremas e a insegurança alimentar, sendo que os temas foram abordados numa perspectiva de prevenção de riscos e de reparação de danos, com o objectivo de identificar soluções para os consumidores, e em cima da mesa estiveram assuntos como a saúde ambiental e os mecanismos de compensação colectivos, bem como os fenómenos climáticos extremos e seguros.
 
Foi possível constatar, nesta conferência internacional, que nos últimos anos, os prejuízos para os consumidores aumentaram devido aos riscos ambientais relacionados com a crescente ocorrência de fenómenos climáticos extremos, à adopção ou ausência de determinadas políticas públicas e à actuação de algumas empresas, sendo que, há grupos da população afectados, de diferentes formas, como resultado da promoção de políticas e atitudes que têm promovido assimetrias entre os cidadãos. 
 
Segundo, os promotores da iniciativa, pretendeu-se que esta conferência fosse um momento privilegiado de reflexão e debate sobre a relação entre a justiça ambiental e a defesa do consumidor e, ao mesmo tempo, que possa também sirva para reflectir sobre o papel que as associações de consumidores podem e devem desempenhar nesta crise ambiental, sem esquecer o papel de outros actores de natureza pública ou privada. 
À margem da conferencia, o presidente Gonçalo Rocha foi ouvido pela Agência Lusa, a propósito das consequências ambientais potenciadas pelo grande incêndio de 15 de Outubro do ano passado, no território paivense, e as medidas que estão a ser implementadas para minimizar os prejuízos e recuperar a beleza e a atractividade paisagística do concelho.