All for Joomla All for Webmasters
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 292
José Luís Carneiro Secretário de Estado das Comunidades José Luís Carneiro Secretário de Estado das Comunidades
26 janeiro

Assinatura do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial do Tâmega e Sousa

Escrito por 

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa assinou hoje, com a Comissão Diretiva do Norte 2020, do PDR, do POISE e do POSEUR, na sua sede em Penafiel, o Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial do Tâmega e Sousa (PDCT), numa cerimónia que contou ainda com a presença do Senhor Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Dr. José Luís Carneiro.

Na ocasião Inácio Ribeiro Presidente da Comunidade Intermunicipal sublinhou que este não é o pacto que os autarcas da região queriam “queríamos mais!”, considerando que os 66 milhões disponibilizados ficam muito aquém das necessidades e expectativas de uma Comunidade que é uma das mais necessitadas de apoio, para esbater as assimetrias que ainda a marcam. Inácio Ribeiro aproveitou também para apelar ao representante do governo que presidiu à cerimónia – Secretário de Estado das Comunidades, Dr. José Luís Carneiro - que ajude a região, que tão bem conhece, a crescer - “precisamos de mais Estado neste território, que nos aproxime da justiça, da saúde, do ensino. Venham as competências, estamos disponíveis para as assumir, mas venham também mais recursos”.

Por fim Inácio Ribeiro afirmou estar certo de que “este pacto vai contribuir para que este território, ambientalmente exemplar, reforce a sua coesão social e alcance um maior e mais equilibrado desenvolvimento económico.”

Emídio Gomes, Presidente da CCDRN, assumiu que esta é uma sub-região que merece atenção cuidada, dado o desequilíbrio socioeconómico que ainda a caracteriza. Assumiu que a instituição a que preside tudo fará para que o Tâmega e Sousa se torne, efetivamente, mais desenvolvido e territorialmente mais coeso.

Após a assinatura do Pacto, José Luís Carneiro, Secretário de Estado das Comunidades, encerrou a sessão sublinhando que é “importante lembrar que a cerimónia desta manhã é um exemplo cabal da importância da Europa. Por vezes esquecemo-nos que estes momentos mais não são do que o reflexo da solidariedade entre Estados. Os mais ricos e desenvolvidos ajudam os mais necessitados fomentando o desenvolvimento e a coesão territorial.”

Disponibilizando-se para ajudar a região no que lhe for possível, lembrou que ainda há 2/3 meses era autarca e como tal membro desta Comunidade Intermunicipal, “esta é uma região que conheço e sei como os seus protagonistas têm trabalhado para a ajudar a crescer.” Como Secretário de Estado das Comunidades alertou os seus ex-colegas para as oportunidades que poderão surgir no futuro próximo com a reativação dos Gabinetes de Apoio ao Emigrante.

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa acredita que estará agora capaz de se fortalecer e melhor responder, interna e externamente, às exigências que se colocam, neste momento que acredita ser de viragem.