04 março

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Escrito por 

O Dia Internacional da Mulher celebra-se hoje. Não irei discorrer sobre o que originou a efeméride deste dia, até porque pessoas bem mais eloquentes do que eu já escreveram sobre o tema.

Quando se pensa neste dia, por norma, pensamos no dia em que as mulheres se unem, para irem jantar todas juntas, mesmo quando não gostam de algumas mulheres com quem vão jantar.
 
É o Dia Internacional da Mulher, recebes 5000 notificações de eventos pelo facebook para ires celebrar um dia que vamos sabotando todos os outros 364 dias do ano.
 
Nós, mulheres, somos muito mais misóginas connosco do que os próprios homens.
 
Ninguém é mais intolerante com as mulheres do que nós próprias.
 
Na minha modesta opinião, a origem de toda a desigualdade da qual lutamos todos os dias é mesmo culpa das mulheres. Senão vejamos:
 
1. No mundo do trabalho somos nós próprias que afirmamos peremptoriamente: "Ah, trabalho num departamento onde são só mulheres. É sempre muito conflito!", "Bom mesmo é trabalhar só com homens".
 
2. Mulheres competem entre si no mundo do trabalho. Equipa de trabalho só com mulheres? É discussão na certa.
 
3. Já viram alguma mulher ceder passagem no trânsito a outra mulher? Eu não! E também nunca cedi...
 
4. Mulher compete entre si sobre as capacidades dos filhos: "O meu Manel começou a andar com 8 meses!". "Mas o meu começou a falar com 3 meses e já dizia "concomitantemente".
 
5. O teu parceiro traiu-te? Quem é a senhora que, por ventura, concede favores sexuais a troco de recompensa monetária com expressão bovina? A culpa é sempre a outra. Nunca do marido!
 
6. Nós competimos até na roupa. Estudos apontam que as mulheres cuidam da sua aparência física para competir com as outras mulheres. A questão da roupa é essencial para a rivalidade feminina. Chegamos a fazer esquemas, no saldos, para ninguém comprar aquela peça que nós vimos. Fazemos assim: vamos a uma loja e vemos uma peça de roupa que gostamos. Porém, não vamos ceder, logo assim à primeira, à tentação consumista na primeira loja. O que fazemos? Escondemos a peça no recanto mais recôndito da loja para que MAIS NINGUÉM a compre. Dá-mos uma volta ao shopping e no fim das compras, se acharmos que a peça vale a pena, vamos lá buscá-la!
 
7. A expressão "beijinho no ombro pró recalque passar" só podia ser inventada por uma mulher. As mulheres acham sempre que as outras a invejam. Não sabem muito bem o que concretamente devem invejar, mas invejam na certa!
 
8. Se mulher sobe na carreira, algumas de nós somos suficientemente maquiavélicas para afirmar sem provas: "Subiu na horizontal, de certeza!"
 
9. Mulher compete até sobre quem tem o marido que menos colabora em casa: "O meu marido não sacode a roupa antes de a estender!" Ao que a outra diz: "Então e o meu que deixa a toalha molhada em cima da cama? Ao menos o teu estende a roupa!"
 
10. Mulher jamais poderá ir vestida igual a outra num casamento. O medo de comparação com outra rival supera tudo!
 
O que é certo é que as mulheres odeiam-se mutuamente e os homens são estúpidos o suficiente para estarem no meio desta guerra sangrenta!
 
E, para mim, quem inventou o machismo foram as mulheres.
 
Tudo começou no paleolítico. Nesse tempo, os homens iam à caça para alimentar a sua tribo. Todas as mulheres ficavam na caverna a cuidar das crianças e a manter o fogo aceso (podemos fazer esta analogia na relação mulher/homem, que sempre cabe à mulher a função de "manter o fogo aceso").
 
Quando o homem chegava da caçada, ficava ali, sentado, a olhar o fogo (basicamente o que, ainda hoje, os homens fazem quando chegam a casa do trabalho: com o olhar perdido no ar, sem pensar em nada e a responder em monossílabos...).
 
Porque é que as mulheres do paleolítico, não começaram, logo ali, a luta: "Manel, porque não conversas comigo?" "Porque é que sempre que chegas a casa, largas as lanças em qualquer lado?" "Toma conta dos miúdos enquanto eu vou correr atrás de um bisonte, já não faço exercício há imenso tempo!"; "Manel hoje assas o mamute que eu vou chegar mais tarde do escritório. Ah: e não te esqueças de aquecer a água para dar banho aos miúdos!"
 
A culpa é nossa. Somos nós que nos boicotámos. Não nos apoiámos umas à outras. Se o dia da mulher fosse realmente celebrado todos os dias pelas mulheres, sendo âncoras umas das outras talvez, ainda hoje, não estivéssemos ainda a falar de desigualdades salariais, desigualdades políticas, desigualdades sociais.
 
Gaja com mulher no sítio apoia outra gaja!
 
#gajasunidasjamaisseraovencidas