Manuel Alegre, Rui Zink, Sérgio Almeida e André Rodrigues vão estar “à conversa” com alunos de Penafiel. Festival Literário preparou ainda uma tertúlia com autores do Vale do Sousa.  O festival literário Escritaria vai levar escritores a vários estabelecimentos de ensino de Penafiel para estarem “à conversa” com centenas de alunos. 
Instalação artística do Bairro dos Livros é inspirada na poesia de Manuel Alegre. O festival literário Escritaria, que arranca no dia 21 de outubro, vai acolher uma instalação artística, do Bairro dos Livros, iniciativa que pretende homenagear a voz revolucionária e democrática de Manuel Alegre, com um projeto comunitário junto de um bairro social de Penafiel.
Escritaria de novo ao encontro da Lusofonia. Depois de Mia Couto, a Escritaria em Penafiel, volta a dar um especial enfoque à lusofonia ao homenagear, este ano, o escritor angolano Pepetela. De 1 a 7 de outubro, Penafiel transforma-se na cidade de Pepetela, cujo nome é Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, que nasceu em Benguela, Angola, em 1941 e que apresenta uma vasta obra literária.
Obra e Vida do autor do romance português mais vendido no século XXI em destaque na Escritaria, em Penafiel.  10ª Edição da Escritaria é também de tributo á memória de todos os autores homenageados anteriormente. Depois de Urbano Tavares Rodrigues, José Saramago, Agustina Bessa-Luís, Mia Couto, António Lobo Antunes, Mário de Carvalho, Lídia Jorge, Mário Cláudio e Alice Vieira é agora a vez de destacar a vida e a obra de Miguel Sousa Tavares.