Um Festival de “pontes”. “Queremos fazer pontes entre a cultura musical brasileira e a portuguesa, mas queremos, sobretudo, fazer pontes entre alunos, professores e todos os amantes da Percussão, uma espécie de um novo mundo, dentro do vasto mundo da Música” – é assim que Tiago Ferreira, diretor artístico descreve, em poucas palavras, o primeiro Festival de Percussão de Amarante. 
A Câmara Municipal promoveu ontem a habitual recepção aos participantes da nona edição da “ Academia Ibero-Americana do Clarinete", uma iniciativa da anual  da Academia de Musica de Castelo de Paiva que voltou a ser um sucesso e contemplou um programa bem recheado de actividades, registando cinco concertos no Auditório Municipal e envolvendo professores e alunos vindos do estrangeiro, dando assim, continuidade ao processo de implementação e desenvolvimento de um projecto educativo que ultrapassa já as duas décadas e meia de duração, no qual desenvolve actividade cultural e artística a um nível local, mas também a nível nacional e internacional.