Um Festival de “pontes”. “Queremos fazer pontes entre a cultura musical brasileira e a portuguesa, mas queremos, sobretudo, fazer pontes entre alunos, professores e todos os amantes da Percussão, uma espécie de um novo mundo, dentro do vasto mundo da Música” – é assim que Tiago Ferreira, diretor artístico descreve, em poucas palavras, o primeiro Festival de Percussão de Amarante.