Gabinete de Comunicação e Imagem da Câmara de Paços de Ferreira

No âmbito da reprogramação do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) da CIM do Tâmega e Sousa, aprovada em sede da Comissão Diretiva de Autoridade de Gestão do Norte 2020, o Município de Paços de Ferreira conseguiu garantir 750 mil euros de financiamento comunitário para a construção do novo Lar Residencial da Raimonda, num investimento total de dois milhões de euros!  Com este apoio é possível garantir 40 novas camas no concelho, num investimento muito importante 
O Presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Humberto Brito, assinou, ontem, os primeiros quatro de um conjunto de vários protocolos, tendo em vista o fornecimento de refeições escolares gratuitas para o ano letivo 2020/2021, a todos os alunos residentes no concelho de Paços de Ferreira, do pré-escolar ao 12º ano, incluídos na rede das escolas públicas.  Estes primeiros protocolos foram assinados com a Associação Paços 2000, Associação de Pais do Centro Escolar 
Na sequência da candidatura apresentada, esta segunda-feira, junto da DGAV (Direção-Geral de Alimentação e Veterinária), a Câmara Municipal de Paços de Ferreira iniciará mais uma campanha de esterilização gratuita de canídeos do concelho, a terceira neste mandato. 
Tal como sucedeu com as anteriores, teremos como entidades parceiras as duas Associações de Defesa e Proteção de Animais do concelho, “Os Pecaninos” e “Cemtrela”, cujo protocolo, a exemplo dos anos transatos, será assinado durante os próximos dias.
O programa CLDS 4G “Guerreiros a Capacit@r” foi aprovado no concelho e iniciou a sua “caminhada” em Julho. Os principais objetivos deste programa, que agora começou, são a inclusão social de grupos populacionais que revelem maiores níveis de fragilidade social e promover a igualdade e a capacitação da comunidade. A iniciativa conta com uma equipa técnica multidisciplinar no terreno composta por 

Na sequência da situação epidemiológica da COVID-19, foi declarada a situação de calamidade em todo o território nacional, desde as 00:00h de 3 maio de 2020 até às 23:59h do dia 17 de maio de 2020, nos termos da Resolução do Conselho de Ministros n.º 33-A/2020 de 30 de abril de 2020. 

16 anos depois de ter sido privatizado, o serviço de recolha de resíduos sólidos urbanos no concelho de Paços de Ferreira regressa à gestão municipal, cumprindo-se, assim, um dos principais compromissos eleitorais do atual Executivo Municipal, liderado pelo Presidente da Câmara Municipal, Humberto Brito.  A nova equipa saiu às 6 horas desta segunda-feira, dia 4 de Maio, das Oficinais Municipais e, para assinalar este momento importante na vida do Município, estiveram presentes no local o Vice-Presidente da Câmara Municipal, Paulo Ferreira, e o Vereador com o pelouro dos Recursos Humanos, Joaquim Sousa.
O Município de Paços de Ferreira desde muito cedo que tem vindo a despender um enorme esforço, no sentido de procurar antecipar todos os cenários possíveis de evolução da atual pandemia, dotando o Concelho de todas as infraestruturas, bens e equipamentos que permitam apoiar todas as pessoas e agentes que, de forma direta ou indireta, estejam ou possam vir a ser afetados por esta calamidade de proporções, até há poucas semanas, inimaginável.
PLANO DE CONTINGÊNCIA | COVID-19
 
O Presidente da Câmara Municipal, Humberto Brito, coordenou, ontem à tarde, uma reunião, que decorreu no salão nobre dos Paços do Concelho, com o objetivo de se avançar com um plano de apoio aos nossos concidadãos, que venham a ficar em quarentena, retidos em casa, por suspeita, ou portadores, do vírus COVID-19.
 
A partir de agora, a Câmara Municipal vai assegurar apoio domiciliário a todas as pessoas e famílias do nosso Concelho que venham eventualmente a ser identificadas pela Autoridade de Saúde como suspeitas ou infetadas.
 
Esse apoio consistirá na entrega, junto da respetiva residência, de refeições diárias, recolha do lixo potencialmente contaminado, bem como auxílio aos idosos e a pessoas de maior vulnerabilidade.
 
Nesta reunião, participaram o Diretor Executivo do ACES Tâmega III - Vale do Sousa Norte ( ACeS), Delegado de Saúde do Concelho, Comandantes da GNR, Bombeiros Voluntários, Párocos, Presidentes de Junta de Freguesia, Diretores de IPSS e Diretores dos Agrupamentos de Escolas, Escola Secundária de Paços de Ferreira, Escola Profissional Vértice, Colégios Nova Encosta e Marca d´Água.
 
O envolvimento, em rede, de todas as instituições do Concelho permitirá que, durante esta fase de SITUAÇÃO DE ALERTA NACIONAL, sejam reforçadas equipas de apoio domiciliário coordenadas por técnicos do ACeS e da Câmara Municipal.
 
Todas as instituições envolvidas vão sensibilizar os seus colaboradores para o momento de emergência que se vive, pedindo o apoio de todos os funcionários e voluntários para o reforço das equipas técnicas, que vão receber formação para lidar com pessoas que possam ser suspeitas ou portadoras do vírus COVID-19.
 
O cumprimento escrupuloso de todas as medidas de contingência em vigor é absolutamente essencial, sendo que devemos evitar sair de casa, exceto em situações de imperiosa necessidade.
 
O Primeiro Ministro decidiu, há momentos, encerrar, a partir da próxima segunda-feira, todas as escolas a nível nacional, como medida preventiva para evitar o alastramento do COVID-19, decisão que se aplica, obviamente, a todos os estabelecimentos de ensino público e privado do concelho de Paços de Ferreira. 
Como é do conhecimento público, o Conselho Superior de Saúde Pública esteve reunido, hoje, por largas horas, tendo há momentos, emitido um comunicado sobre as conclusões a que chegou, em face às medidas a adotar, no âmbito do surto epidemiológico COVID-19. 
Do referido comunicado, resulta que compete às Autoridades de Saúde Locais pronunciarem-se, caso a caso, pelo encerramento dos estabelecimentos escolares.
Pág. 1 de 9