Rota do Românico

"Pela Rota do Românico" é o mote do nosso novo programa turístico, numa parceria com a PenaTravel - Viagens e Turismo. Uma incursão pelo singular património e história nacionais, numa experiência que se deseja marcante e enriquecedora. Com início na estação de caminho-de-ferro de Penafiel, o programa prevê paragens obrigatórias no Centro de Interpretação do Românico e nos 
Aberto ao público no passado dia 25 de julho, em Abragão, Penafiel, o CIER apresenta, como alicerce do seu projeto museográfico, uma reconstituição parcial e hipotética da fachada - destruída em 1668 - da vizinha Igreja de São Pedro de Abragão, com base nos cerca de 70 elementos pétreos com decoração românica descobertos, inesperadamente, em 2006, durante os trabalhos do arranjo urbanístico do Centro Cívico de Abragão.  Este centro de interpretação, 
A Rota do Românico apresentou a nova versão da sua aplicação para dispositivos móveis (telemóvel e tablet), através do lançamento de um filme demonstrativo. Disponível para os sistemas Android e iOS, em quatro idiomas, a aplicação (app) faculta, de uma forma simples e intuitiva, uma vasta informação, georreferenciada e multimédia, sobre os monumentos da Rota do Românico e a oferta turística (alojamento, restauração, locais de interesse, eventos...) do seu território de influência.
O final das obras de conservação e restauro da Igreja de São Nicolau e da Capela de São Lázaro, promovidas pela Rota do Românico e pelo Município do Marco de Canaveses, será assinalado amanhã, quinta-feira, 4 de junho, pelas 16:30 horas, com uma sessão de apresentação dos trabalhos realizados. A sessão, que terá lugar nos monumentos citados, vai contar com a presença das entidades promotoras, bem como de representantes da Junta de Freguesia do Marco, da Paróquia de São Nicolau e da Direção Regional de Cultura do Norte, entre outros.
a Rota do Românico bateu, em 2019, o seu recorde de visitas, com mais de 15 mil visitantes registados. A maioria (85%) dos visitantes continua a ser portuguesa.  O número de visitantes apontado não inclui todos aqueles (e serão muitos) que, de forma autónoma, percorreram os 58 monumentos do itinerário turístico-cultural materializado pela Rota do Românico.
Entre 15 de fevereiro e 29 de março, a antiga tulha do Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro, em Felgueiras, acolhe uma exposição comemorativa do 430º aniversário do nascimento de Manuel de Faria e Sousa. Natural de Pombeiro, Manuel de Faria e Sousa (1590-1649) foi um notável historiador, poeta, tradutor, biógrafo, polígrafo e artista hábil no desenho à pena. A inauguração desta exposição documental está agendada para o próximo dia 15 de fevereiro, sábado, às 16h30. 
A Rota do Românico continua a sua aposta no mercado externo e volta a marcar presença na FITUR – Feira Internacional de Turismo, que vai ter lugar no Parque IFEMA – Feria de Madrid, em Espanha, de 22 a 26 de janeiro. Considerada uma referência internacional no setor do turismo, a participação nesta 40ª edição da FITUR constitui mais uma oportunidade para a Rota do Românico se promover junto dos operadores turísticos estrangeiros
“A intervenção patrimonial na Ponte do Arco” é o mote da palestra agendada para o próximo dia 30 de novembro, sábado, pelas 10h30, na Ponte do Arco, Folhada, Marco de Canaveses. Classificada como Imóvel de Interesse Público em 1982 e integrada na Rota do Românico desde 2010, a Ponte do Arco está a ser alvo, há cerca de um ano, de uma profunda intervenção de conservação, 
No presente ano letivo de 2019-2020, a Rota do Românico lança a primeira edição do Concurso Escolar “Tradições Populares na Rota do Românico”. O Concurso tem como público-alvo a comunidade escolar, do ensino pré-escolar ao secundário (público e privado), do território abrangido atualmente pela Rota do Românico, constituído por 12 municípios dos vales do Sousa, Douro e Tâmega: Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende.
No próximo Dia da Europa, 9 de maio, a partir das 14h30, o Centro de Interpretação do Românico (CIR), em Lousada, acolhe a conferência “Europa e Direitos Humanos”. Este evento assinalará o encerramento da exposição “Direitos Humanos para Todos e em Toda a Parte”, patente no CIR desde 8 de março, no âmbito das comemorações dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e dos 40 anos da adesão de Portugal à Convenção Europeia dos Direitos Humanos.
Pág. 1 de 2