Jorge Nunes

O que aconteceu em Guimarães com Marega é lamentável e inacreditável, não é novo no futebol português. É novo, ele sair de campo, em todos os jogos vemos estas situações, existem muitos e muitos vídeos na internet sobre este assunto.  Em 2014 aconteceu a Dally do Freamunde, esse foi expulso pois baixou os calções para aqueles que o tratavam mal, todos temos maneiras diferentes de reagir, mas o curioso  é que em ambos os jogos o árbitro era Luis Godinho, sim o mesmo, tanto Marega como Dally tiveram muito mas muito tempo em campo, o tanto Luis Godinho como os delegados da liga nada fizeram, deixaram ir as ultimas consequências, um saiu campo fora o outro ao festejar o golo baixou os calções.
 
Na sociedade em que vivemos é isto que queremos? Não importa a cor da pele, assistimos a este atos em todos os jogos, mas por chamar nomes a um branco mesmo sendo de outra nacionalidade, por exemplo já não se considera racismo? Quantos jogadores, árbitros, dirigentes, treinadores não são ofendidos todos os fins-de-semana? Vou com muita frequência ao futebol, mas cada vez mais tenho receio de ir aos estádios e muito menos levar os meus filhos, o futebol deveria ser uma momento de festa, agora no futebol português é cenas de violência, racismo, xenofobia, cânticos ofensivos, depois vemos milhares e milhares de euros a saírem todos os fins-de-semana dos cofre do estado para escoltar, equipas de futebol, claques e ate árbitros, é isto que pretendemos?
 
Uma equipa ser escoltada de norte a sul do país, ou de sul a norte? Tanto se fala em legalização das claques, tanto se fala do clube vizinho ou rival, pergunto mais uma vez, já ouviram os presidentes dos clubes alguma vez falarem em reunir e ate pararem os campeonatos, para de uma vez por todas acabarem com isto? Não, pois isto é muito problemático, vemos tochas arder, vemos cânticos a desejar a morte de outros, ataques aos jogadores, dirigentes, mortes de adeptos junto a estádios, o que fazemos? Assobiamos para o lado. O que vemos a LIGA a fazer? Pede reuniões a secretaria de estado do desporto e depois para minimizar os problemas, fazem vistorias aos estádios e obrigam os clubes a fazer as chamadas caixas de segurança que entram em vigor já na próxima época, os estádios são jardins zoológicos para terem jaulas? Temos vários exemplos por está europa fora, em Espanha vemos nas bancadas sócios dos dois clubes juntos, cá proíbem a entrada de camisolas do outro clube na bancada dos sócios, em Inglaterra acabaram com os arruaceiros, vemos os estádios cheios, com pais, filhos, mães, avos todos juntos na festa do futebol.
 
Cá, só um pai louco é que leva os filhos ao futebol por exemplo num Porto – Benfica ou vice-versa. Acho que chegou o momento de acabar com a podridão no futebol.