N Noticiário geral

Detido por violência doméstica - Paredes

Durante o matrimónio e por diversas vezes agredia fisicamente a vítima, devido ao seu estado de embriaguez, causando hematomas e escoriações que a própria ocultava, para não se deslocar a uma unidade hospitalar. Além das agressões físicas, a vítima era sujeita também a injúrias e ameaças de morte, com recurso a facas e machadas. A postura do agressor era cada vez mais agressiva e imprevisível, sendo que num dos episódios de violência, enquanto a vítima preparava uma das refeições diárias, o agressor dizia que a ia matar, levantando na sua direção uma machada e agarrando-a pelos cabelos, agrediu-a violentamente.
 
O suspeito foi detido e presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, onde ficou sujeito às medidas de coação de proibição de contactar a vítima por qualquer forma ou meio ou por interposta pessoa, proibido de permanecer ou frequentar a habitação da vítima, estabelecendo-se a área de exclusão num raio de 500 metros, e obrigação de se sujeitar a uma avaliação médica e eventual tratamento à sua dependência alcoólica.